sábado, 24 de março de 2012

Possibilidade de negociação é fator positivo na compra de imóvel usado


Apesar dos vários pontos positivos, os imóveis novos perdem em alguns quesitos para os antigos. Quem quiser adquirir uma casa ou apartamento usado poderá negociar o valor e as formas de pagamento. “Descontos e a possibilidade de troca por outros bens são comuns neste tipo de negócio. Sem contar que o imóvel usado é mias barato do que um novo. Quando houver a necessidade de realizar reformar é recomendado colocar tudo na ponta do lápis e analisar se os custos das melhorias, somados ao valor do imóvel, não superam o preço de um novo”, aconselha Carlos Samuel de Oliveira Freitas, diretor de condomínios da PRIMAR Administradora de Bens.

sexta-feira, 23 de março de 2012

Imóveis novos são menores do que os usados

Com relação aos condomínios, os apartamentos novos possuem uma área privativa menor, ou seja, os cômodos e a metragem interna foram reduzidos, mas a área de lazer aumentou e muito. As opções para se divertir sem sair de casa vão desde brinquedoteca até sauna, espaço gourmet, bosques e academia. “É bom lembrar que tudo custa dinheiro. Os equipamentos estarão sempre a disposição para serem utilizados e o seu valor e a sua manutenção serão inclusos na taxa condominial. Além disso, nas edificações novas as instalações são mais modernas”, aponta Carlos Samuel de Oliveira Freitas, diretor de condomínios da PRIMAR Administradora de Bens.

quinta-feira, 22 de março de 2012

Imóveis novos: projeto personalizado é tendência

Carlos Samuel de Oliveira Freitas, diretor de condomínios da PRIMAR Administradora de Bens elenca as principais vantagens de comprar um imóvel novo. Os novos são entregues com acabamentos na cozinha, banheiro e lavanderia e o restante – que precisa de pintura - fica por conta do comprador. Isto é um ponto positivo para as pessoas mais detalhistas e que gostam de personalizar os ambientes. “Atualmente muitas construtoras também oferecem a possibilidade de fazer alterações ainda na planta, deixando o projeto com a cara do futuro morador. Outro aspecto favorável é que as tomadas e outros equipamentos elétricos e hidráulicos já vêm no padrão das novas normas de segurança”, observa.

quarta-feira, 21 de março de 2012

Dúvida: Novo ou usado?


Quando a ideia de comprar um imóvel surge na cabeça, as dúvidas aparecem aos montes. Novo ou usado? Casa ou apartamento? As respostas podem ser fáceis de serem encontradas, mas cada argumento deve ser colocado na balança na hora de decidir qual a melhor opção. “O perfil do comprador é que vai determinar se o imóvel novo ou usado é mais vantajoso e se é melhor morar em uma casa ou apartamento”, explica o advogado imobiliário Carlos Samuel de Oliveira Freitas, diretor de condomínios da PRIMAR Administradora de Bens, que inaugurou a PRIMAR Barra em novembro de 2011.

terça-feira, 20 de março de 2012

Imóvel novo X Imóvel usado


Financiamento bancário
Se o imóvel for comprado na planta, as primeiras prestações são pagas para a construtora, que utiliza índices de reajuste abaixo da inflação e isso pode ser uma vantagem. Depois que o financiamento passa a ser pelo banco as condições praticamente se igualam, mas dependendo da instituição financeira os juros para imóveis usados pode ser mais alto.

Documentação
A documentação e as taxas a serem pagas são praticamente as mesmas.

Tamanho
Os imóveis novos são mais compactos e os usados mais amplos, ou seja, a metragem é bem maior. Os cômodos são mais confortáveis, as janelas oferecem mais ventilação e iluminação e a acústica é melhor nos imóveis usados.

Segurança
Os imóveis novos são mais seguros, com portões e muros mais altos e mais equipamentos que ajudam a evitar incidentes.

segunda-feira, 19 de março de 2012

Investimento imobiliário pode ser mais vantajoso do que outras aplicações financeiras


O investimento em imóveis é sem dúvida um bom negócio se for planejado. Em situações de herança, o herdeiro pode usufruir de mais benefícios se ficar com o imóvel quando o patrimônio estiver localizado em regiões privilegiadas e que sofreram uma valorização imobiliária, seja pelo aumento da infra-estrutura do local ou outros fatores. “Esta valorização pode ser mais rentável do que outras aplicações financeiras. Por isso a dica é avaliar qual será a escolha mais vantajosa, vender ou ficar com o bem. Se houver mais de um herdeiro todos devem entrar em consenso”, observa Carlos Samuel de Oliveira Freitas, diretor de condomínios da PRIMAR Administradora de Bens.

domingo, 18 de março de 2012

Vender imóvel e aplicar dinheiro em outra residência não gera imposto de renda


Segundo o advogado imobiliário Carlos Samuel de Oliveira Freitas, diretor de condomínios da PRIMAR Administradora de Bens, a venda de imóveis comprados até 1969 não gera imposto de renda sobre o lucro da operação. Neste caso não é necessário ser o único imóvel residencial do proprietário. “Outra situação na qual não é cobrado o imposto de renda sobre o lucro imobiliário é quando alguém vende um imóvel e aplica todo o dinheiro na compra de outra residência em até 180 dias”, esclarece.